Skip to content
Como entender o processo de ... Como entender o processo de hidrólise?

• outubro 29, 2018

aluno:

tutor:

Olá, Raphael

aluno:

Olá Mike tudo bom?

tutor:

Como posso te ajudar em relação a esse exercício?

aluno:

Honestamente a única coisa que sei é que hidrólise é quebra da molécula da agua

Então pensei que era C

tutor:

Opa, legal

aluno:

Porque é a única que faz referencia a agua

tutor:

Vamos ajustar este seu conceito

aluno:

Mas o gabarito é D

Ótimo

tutor:

Apesar de o nome Hidrólise parecer ser referente a Lise ( quebra) da água

Ele traz outro conceito

É a quebra de uma substância utilizando a água durante esta reação

aluno:

Ok

Ah caramba. Não sabia dessa

Certo

tutor:

Certo

Agora podemos começar a construir um pensamento

Sabemos que milho é uma fonte de amido (um polissacarideo – açúcar)

E ao sofrer a Hidrólise estamos quebrando algo

aluno:

Certo

Então isso significa que

tutor:

Ou seja nosso polissacarideo irá se tornar um monossacarideo, a glicose

aluno:

Espera

tutor:

Perdão, qualquer dúvida só avisar

aluno:

É possível que ao quebrar o polissacarídeo, eu obtenha 2 polissacarídeos?

tutor:

Hmm, vou mudar os termos dessa sua pergunta

Um polissacarideo engloba vários monômeros (unidades básicas)

Ao quebrar uma única vez podemos gerar dois polissacarideos menores

Com menor quantidade de monômeros cada

aluno:

certo

tutor:

Conseguiu pegar legal?

aluno:

Estou acompanhando

tutor:

Então no nosso caso, lisamos diversas vezes nosso polissacarideos até conseguir coletar unidades basicas para que nossa enzima possa atuar

Esta reação inclusive acontece em nossas células

Quebramos açúcares grandes para que as enzimas citoplasmaticas e mitocondriais consigam gerar energia

aluno:

Bom então resumindo.

tutor:

Pode mandar

aluno:

Para matar essa questão, eu tinha que saber que o milho tem amido

para começar.

Ao lembrar desse detalhe importante….

Eu iria entender que o amido é um polissacarídeo

tutor:

Uhum

aluno:

A hidrólise quebraria esse polissacarídeo em várias unidades menores

tutor:

Perfeito

aluno:

que na questão ele está chamando de “substratos utilizáveis”

tutor:

Isso mesmo

E você também poderia fazer a lógica inversa

E justificar as alternativas falsas

Por exemplo, a A é ilógica pois Hidrólise é a quebra então nunca um monossacarideo (glicose) iria se tornar um dissacarideo (sacarose) por esse processo

aluno:

👍

tutor:

Na B, se vê que as enzimas da planta nem estão em debate no esquema da questão, apenas as leveduras ganham notoriedade

aluno:

Ok, mas essa é complicada hein. Por que as enzimas entrarão em ação.

tutor:

Sim

Mas as enzimas são da levedura e não da planta

aluno:

Ah certo 🙂

tutor:

E ele pede pq a Hidrolise é fundamental no processo

aluno:

Certo certo.

tutor:

🙂

É bom quando estiver estudando em casa tentar achar o porquê das falsas

Assim ampliamos nosso conhecimento! 🙂

call to action tutor mundi

...

O que são as leis de Mendel? O que são as leis de Mendel?

• outubro 18, 2018

aluno:

Tenho dúvidas em genética, 1° e 2° lei de Mendel, não consigo acompanhar o raciocínio. Me ajuda, por favor!

tutor:

Oi Victoria as leis de mendel seguem uma logica bem solida, mas bem complexa de entender mesmo

Vamos la

Elas seguem das experiencias de mendel com ervilhas

A primeira lei de mendel´é a lei de segregação independente

Ela basicamente fala que os alelos se separam independentemente

ou seja Aa separa em A e a de maneira igual

aluno:

Tah

tutor:

dai resulta aquelas probabilidades de Aa x Aa resultam e 25% de aa 25% de AA e 50% de Aa

ai da pra fazer aquela tabelinha

Até aqui tudo bem?

aluno:

Blz, essa primeira tabelinha eu tô crack em fazer, eu entendo ela bem

tutor:

certo

aluno:

Estou anotando aqui as informações

tutor:

então to procurando aqui e cada lugar fala de um jeito

entao acho q vou falar do meu q acho menos confuso

Tem a lei de segregação independente que é a que te falei

aluno:

Então quer dizer que As são os famosos “alelos” que se separam de forma independente

tutor:

Isso

alelo são as letrinhas

que representam genes

Ai vc tem q saber qual é o recessivo e dominante

aluno:

Que estão presentes nos cromossomos

tutor:

Isso

na real que isso é uma representaççao simples doq acontece

aluno:

Ah tah

tutor:

Mas serve bem pra oq ta descrevendo

Agora diferença entre recessivo e dominante

aluno:

O dominante é representado pela letra maior e o recessivo pela letra menor

tutor:

Isso

e oq eles representam fenoticamente?

aluno:

As características de visuais?

tutor:

Isso

Se tiver Aa vai parecer que é A

aluno:

Aham

tutor:

Então a ultima lei é de distribuição

mas eh meio representada pela tabelinha

Quer q eu faça algum exercicio junto com vc?

aluno:

Nossa está parecendo tão fácil agr 😯

Sim

tutor:

Tem exercicio separado?

Senao eu procuro um

pode mandar por foto se preferir

aluno:

Eu tenho uns aqui na apostila, mas acho que não são tão bons, é melhor o senhor mandar um, por favor 😊

tutor:

Na real que exercicio de genetica é dificil complicar demais

aluno:

É msm

tutor:

vou procurar um

olha esse site é otimo

http://projetomedicina.com.br/site/attachments/article/510/exercicios_resolucoes_gabarito_genetica_primeira_lei_de_mendel.pdf

aluno:

Eu tenho um aqui que mistura as fases do processo meiotico com a primeira lei de Mendel pode ser?

Peraí que eu vou ver esse

call to action tutor mundi

...

Como diferenciar os folhetos... Como diferenciar os folhetos germinativos?

• outubro 11, 2018

aluno:

Queria saber melhor sobre os três folhetos germinativos endoderme. mesoderme e ectoderme.

tutor:

Olá Bernardo

aluno:

olá

tutor:

Os três folhetos originando no estágio da diferenciação da blástula em gástrula

aluno:

hmm

tutor:

mas é na nêurula que é possivel realmente ver a diferença entra os tres folhetos

a endoderma estará revestindo o arquentero

é ela, a endoderme, que dará origem ao epitélio e glândulas do tubo digestivo (fígado e pâncreas), epitélio do sistema respiratório (pulmões), epitélio de revestimento interno da bexiga urinaria, tireoide e paratireoide, timo

ja a mesoderma irá revestir o celoma

call to action tutor mundi

...

Anatomia vegetal Anatomia vegetal

• agosto 8, 2017

32551867_s

Pergunta enviada: Qual tecido do caule fornece a madeira?

Tutor: Bom dia Matheus? Tudo certo?

Tutor: O tecido do caule que fornece a madeira é denominado lenho.

Aluno: Certo, ele é formado pelo cerne?

Tutor: O lenho é dividido em 2 partes principais: o cerne, que é a parte mais escurecida e que, por ser composta de células mortas, atribui-lhe resistência; e também o alburno, que é uma parte mais clara, formada por células vivas e que transporta a seiva bruta das raízes para as folhas.

Aluno: Entendi, agora faz sentido o motivo da questão ter colocado os dois.

Tutor: Este link aqui ilustra bem, caso você queira ter uma noção mais “visual”:

https://djalmasantos.files.wordpress.com/2010/09/01.jpg

Aluno: Outra dúvida que tenho é sobre a função do câmbio

Tutor: Certo! Vamos lá: o câmbio muitas vezes parece ser uma estrutura meio abstrata, mas é relativamente simples de entender a sua função! O câmbio é um tecido meristemático (podemos falar melhor sobre isso depois, caso queira) e a sua função é produzir/dar origem aos tecidos vasculares secundários (como por exemplo o xilema e o floema).

Aluno: Entendi, no caso o meristema seria um tecido de revestimento e, em alguns casos, de reserva de substâncias (como amido e água) certo?

Tutor: Cuidado para não generalizar! Nem todos os tecidos de revestimento e de reserva de substâncias são meristemáticos (zonas de tecidos em que pode ocorrer crescimento). Quanto à reserva de substâncias, estamos nos referindo ao que chamamos de parênquima. O parênquima é o tecido mais abundante no corpo da planta e pode ser encontrado em todos os órgãos vegetais adultos. O parênquima é um tecido meristemático, originado a partir do meristema fundamental. Adentrando aos tipos de parênquima, temos os de preenchimentos, os clorofilianos, os de reserva (que armazenam amido, que você citou), os aquíferos (que armazenam água), entre outros.

Aluno: Nossa, obrigado pela explicação Matheus, irei colar na parede essa diferença kkk

Tutor: Quanto aos tecidos de revestimento, que em sua maioria também são originados de tecidos meristemáticos, temos por exemplo a epiderme e o súber (ou cortiça). Fique atento às suas diferenças! A epiderme é formada por CÉLULAS VIVAS, ACHATADAS E JUSTAPOSTAS. Já o súber é formado por CÉLULAS MORTAS E INFLADAS!

Tutor: Apesar de serem diferentes quanto às características, ambos possuem funções de revestimento!

Tutor: Ficou claro, ou há algum ponto em que as informações ficaram confusas?

Aluno: Ficou bem claro

Aluno: Eu estava confundindo bastante isso na hora de fazer as questões

Aluno: Só mais uma dúvida, a batata inglesa é um tipo de caule e a doce é uma raiz, certo?

Tutor: Sim! As funções de cada estrutura não são tão complicadas assim, o problema mesmo é não confundir os nomes e a localização de cada um!

Tutor: Sim! A batata inglesa é um caule subterrâneo e a batata doce é uma raiz do tipo axial

Aluno: Certo

Aluno: Muito obrigado Matheus

Aluno: Foram sensacionais as tuas explicações

Tutor: Bacana! Que bom que gostou e, sobretudo, conseguiu entender! 🙂

 

 

 

 

...

Fruto ou fruta? Fruto ou fruta?

• julho 11, 2017

54898654 - beauty model girl takes juicy oranges

Pergunta enviada:  Qual a diferença de fruto e fruta?

Tutor: Olá Matheus! Tudo bem?

Aluno: Olá, tudo sim e contigo?

Tutor: Tudo certo também!

Tutor: Vamos lá!

Tutor: Quando utilizamos o termo “fruto”, estamos nos referindo a uma parte mais técnica da botânica, seção da biologia que estuda as plantas. Teoricamente, fruto é o órgão da planta resultante do desenvolvimento do ovário, após a fecundação até a maturidade. Por outro lado, quando utilizamos o termo “fruta”, que é um termo mais genérico e popular, estamos nos referindo à designação dos frutos adocicados, suculentos e comestíveis, como o abacaxi, o mamão, a melancia, entre muitos outros!

Tutor: Também vale ressaltar que a principal função do fruto é proteger as sementes que estão em desenvolvimento em seu interior, mantendo-se fechados em torno delas até a sua maturação.

Tutor: Ficou clara a diferença entre os dois? 🙂

Aluno: Entendi, então posso dizer que fruta pode ser tanto originada do fruto quanto de pseudofrutos? Eu coloquei essa resposta em uma questão aberta.

Tutor: Não! Fique atento, pois essa parte costuma ser muito cobrada nos vestibulares. A palavra fruta pode se referir tanto a frutos quanto a pseudofrutos, doces e comestíveis. Porém, vale ressaltar mais uma vez que a palavra fruta é um termo popular! Em botânica essa palavra não existe. Também devemos tomar cuidado para não confundir frutos e pseudofrutos. O pseudofruto, por ser carnoso e suculento, muitas vezes é confundido com o fruto. Entretanto, preste atenção nas diferenças: o FRUTO cresce a partir do desenvolvimento do ovário da flor, enquanto que o PSEUDOFRUTO não cresce da flor, mas sim do próprio fruto ou de outras partes florais (como receptáculos e pedúnculos).

Tutor: Como exemplos de pseudofrutos, temos: caju, maçã, morango…

Tutor: Respondi a sua pergunta ou ainda está um pouco confuso?

Aluno:  Por último

Aluno: Posso considerar epicarpo como casca de um fruto?

Tutor: A grande maioria dos materiais didáticos considera o epicarpo como sendo a casca de um fruto; porém, essa afirmação é um pouco informal, pois existem algumas exceções; mas sim, na grande maioria dos casos você pode considerar o epicarpo como sendo a casca, pois ele é a parte mais externa do fruto.

Aluno: Entendo.

Aluno: Por enquanto essas eram as dúvidas.

Aluno: Obrigado Matheus. Ajudou muito!

Tutor: Que ótimo! Fico feliz em saber disso.

Tutor: Qualquer outra dúvida ou sempre que precisar, estamos à disposição.

...

Celulose é um carboidrato? Celulose é um carboidrato?

• junho 8, 2017

celulose v2

Pergunta enviada:

Celulose é um carboidrato? O mesmo que se usa em folhas de papel?

 

Tutor: Olá, celulose é sim um carboidrato.

Aluno: Tecnicamente as folhas de papel contém carboidrato né?

Tutor: Folhas de papel em que escrevemos possuem vários produtos químicos, também possuem celulose em sua constituição. Porque celulose é o carboidrato de estrutura dos vegetais.

Tutor: Amido é o carboidrato de reserva, assim como queratina e quitina são carboidratos estruturais em nós e o glicogênio um carboidrato de reserva.

Aluno: Muito obrigado pela ajuda Álvaro, (de novo hahaha).

Tutor: Imagina, precisando só nos procurar aqui! Bons estudos!

Aluno: Vou sim!

 

...

Gene dominante ou recessivo? Gene dominante ou recessivo?

• abril 20, 2017

Sem título

Pergunta enviada:

a) Essa doença hereditária é condicionada por gene dominante ou recessivo?

b) Dos dez indivíduos que compõem essa genealogia, qual o único que não pode ter seu genótipo definido? Explique por quê.

 

Tutor: Olá Andressa. Vamos lá! Deixe eu analisar sua figura

Aluno: Ok

Tutor: Ok!

Tutor: Quanto a pergunta A. Veja só o casal II 1,2. Entende qndo falo assim?

Aluno:  Sim

Tutor: Ele será muito útil para saber se a doença é recessiva ou não. Vamos supor que a doença é dominante

Tutor: Normais: aa

Afetados: Aa ou AA

Tutor: Certo?

Aluno:  Certo

Tutor: Então nosso casal seria: aa x aa. Concorda que é impossível nascer alguém afetado desse cruzamento? Ou seja, os únicos filhos possíveis seriam: aa, não tendo a doença caso ela fosse dominante.

Aluno: Aah, então não teria como o III 1 ter a doença

Tutor: Isso! Perfeito. Então só podemos considerar a doença como recessiva.

Para determinar se uma doença é ou não recessiva sempre busque cruzamentos assim: Normal x Normal ou Afetado x Afetado.

Aluno: Ok

Tutor: Agora vamos lá, para fazer a B seria legal tentarmos definir o genótipo de todos eles, vamos começar com a linha I?

Aluno: Sim

Tutor: I aa x A_

Aluno:  O 1 seria aa e o 2 Aa, pois o II 4 é afetado

Tutor: Perfeito!

Agora II, gostaria de tentar?

Aluno:  O 1 e o 2 seriam Aa por terem um filho normal e outro afetado

Tutor: Uhum

Aluno: O 3 Aa, o 4 aa e o 5 Aa

Tutor: Isso

Tutor: E o III então?

Aluno: O 1 e 3 aa e o dois eu não saberei se é AA ou Aa. Certo?

Tutor: Perfeito! Você está muito bem. Mal precisou de ajuda 🙂

Posso ser útil em mais alguma coisa?

Aluno:  Então a resposta da b seria: o III 2 pois ambos os pais são Aa, então ele poderia ser Aa ou AA

Tutor: Isso mesmo, sendo a herança recessiva

Aluno:  Era só isso, muito obrigada!

Tutor: Excelente. Precisando de ajuda venha ao Tutor!

call to action tutor mundi

...