Como não se enganar e aprender de verdade

Todo dia alunos do ensino médio no Brasil passam ao menos 6 horas na escola, algumas outras tantas fazendo atividades fora da sala de aula, e depois vão para casa terminar o dia com mais algumas horas de dever de casa.

Um terço do tempo total de um aluno que passou a estudar e, frequentemente, uma parte significativa de sua nota, é baseada em um auto aprendizado e na maioria dos casos, sem suporte de professor particular (uma opção geralmente cara).

Através de algumas pesquisas que fizemos com alunos do ensino médio, aprendemos que, enquanto eles fazem o dever de casa, enfrentam uma série de decisões:

diagrama tm

Chegar a última decisão de “Copiar uma resposta ou colar em uma prova do colega!” não serve para ninguém – o aluno não consegue aprender bem a disciplina e vai mal em uma prova futura, o professor não está ciente de que o aluno precisa de ajuda, e o aluno recebe uma nota imprecisa que é injusta para os outros.

Precisamos fazer com que os estudantes parem de tomar a decisão 4, mas como fazer isso, considerando que a maioria das soluções educacionais que envolvem tecnologia hoje continuam dialogando com o aluno em uma via de mão única, como por exemplo uma videoaula, em que um professor fala para milhares de alunos, sem que se tenha uma conversa?

Nós podemos pegá-los nas etapas anteriores. Educadores, professores e pais estão profundamente preocupados com as mudanças no ensino e na avaliação, focando mais nas etapas (1) e (3). Como equipe do TutorMundi, temos a oportunidade de influenciar a decisão (2) – ajudando os alunos a aprenderem as disciplinas de que precisam sozinhos.

Hoje, as maneiras que os alunos aprendem sozinhos são injustas: alguns têm professores particulares, outros têm pais que podem ajudar, alguns têm amigos inteligentes, muitos não têm ninguém com quem contar. Mesmo que um estudante esteja muito motivado a aprender, é difícil fazer isso em casa sem ajuda. Se você não acredita nisso, pergunte a um professor quantos alunos podem aprender novos conceitos por conta própria a partir de seus livros didáticos. A ferramenta educacional mais dominante para os alunos é o Google, e quando os alunos fazem perguntas relacionadas ao dever de casa, o conteúdo que eles encontram é muitas vezes difícil de entender, não confiável e sem foco no ensino.

Se queremos que os alunos aprendam sozinhos, precisamos fazer melhor. Pensamos muito sobre como oferecer um serviço com foco no aluno que pudesse servir melhor quem tivesse esse tipo de dificuldade e reduzimos a três pontos principais: Acesso, Confiabilidade e Entendimento.

Acesso:


Fazer lição de casa é estressante o suficiente sem ter que passar horas procurando a ajuda certa. Buscamos ajudar os alunos a encontrar o conteúdo das matérias mais rapidamente. Veja outros pontos que trazem essa acessibilidade para quem estuda com a gente:

– Velocidade é primordial: de acordo com o Google, usuários de apps que demoram para carregar, abandonam o serviço rapidamente. Trabalhamos constantemente para fazer com que isso não aconteça e buscamos que o atendimento dos nossos tutores as dúvidas dos alunos aconteça em menos de 5 minutos dentro do nosso aplicativo.

– Permitir o envio de fotos e áudio: quando o aluno estuda, usa diversos livros, anotações, cadernos, sites para encontrar a resposta da sua dúvida. Para facilitar essa conexão entre a dúvida e a resposta a ser encontrada, permitimos que o aluno possa enviar uma foto da dúvida ou envie mensagem de voz pelo chat do nosso app.

Confiabilidade

Os alunos julgam o conteúdo educacional pelo “retorno do investimento” percebido e se perguntam: “Vou aprender o que preciso com esse conteúdo se investir o tempo?” Eles devem poder avaliar rapidamente o valor que o conteúdo traz para o aprendizado.

– Colocamos o conteúdo de forma simples: Buscamos deixar a busca pela resposta dos conteúdos o mais simples possível. Assim que o usuário entra no app, escolhe a matéria que deseja tirar dúvidas e chama o tutor que o atende rapidamente:

gif tutor mundi

– Dividimos o conteúdo em partes menores: Em nosso blog buscamos trazer as dúvidas mais comuns pelo que elas representam, e não toda a matéria de uma vez só. Um exemplo seria falar sobre Matrizes em Matemática, que seria algo bem amplo, quando trazemos o conteúdo de forma mais personalizada, como por exemplo, como usar escalonamento em matrizes:

https://blog.tutormundi.com/2018/10/18/como-usar-escalonamento-em-matrizes/

Entendimento

Finalmente, o conteúdo deve ser fácil de aprender. Um aluno que leia o conteúdo deve considerá-lo simples, envolvente e educacional, e tudo isso é afetado pelo design do conteúdo.

– Nossos tutores falam com empatia: Evitamos jargões, termos extremamente técnicos para falar de forma simples com nossos alunos. Os nossos tutores estudam em universidades concorridas como USP, ITA, IME, Unicamp e assim como os nossos alunos passaram por dificuldades parecidas para estudar para provas do colégio e vestibular. Eles sabem como os alunos se sentem, demonstram essa empatia em suas conversas e isso ajuda muito na forma como os alunos aprendem através do app.

– Mantemos as conversas simples: O que é melhor – ter uma aula de 50 minutos sobre óptica física ou tirar uma dúvida sobre um ponto específico que você não entendeu sobre a matéria? Em nossos chats buscamos trazer a simplicidade de uma conversa para um maior aprendizado

O resultado da solução educacional que criamos foi o aplicativo do TutorMundi, que já ajudou milhares de estudantes a alcançarem os seus objetivos, seja melhorando o seu desempenho em provas escolares, seja passando no curso desejado da sua universidade. Se você também sonha em ter um ensino personalizado na hora, qualquer dia e horário da semana, sem limite de perguntas e de tempo para as perguntas, crie sua conta gratuita pelo link www.tutormundi.com/login.
 

call to action tutor mundi
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s