Skip to content
Você não consegue acompanhar... Você não consegue acompanhar os estudos do seu filho? Saiba quem pode te ajudar

• julho 11, 2019

Você que também é pai ou mãe, sabe o quanto é bom cuidar e criar o seu filho. Trabalhar por anos e ter a recompensa de ver ele crescendo, estudando, se formando e tomando jeito na vida. Qual pai ou mãe não sonha com essa jornada?

undraw_back_to_school_inwc

Por mais que sonhamos com esse caminho perfeito para o futuro dos nossos filhos, nem sempre é assim que funciona e nem tudo são flores. Ainda mais quando eles chegam naquela fase da adolescência em que os hormônios estão à flor da pele. Os pelos crescendo no corpo, espinhas por toda a parte, rebeldia com qualquer regra e ficar no celular por várias horas são alguns dos desafios que passamos para fazer com que eles sigam um bom caminho na vida.

O problema é quando esse tipo de rebeldia e alteração do comportamento chegam em outras fases da vida do seu filho, principalmente naquela que você imagina que ele vai se destacar nos estudos. Ficar cobrando que ele faça o dever de casa, que estude as matérias que não está aprendendo direito, que tenha uma rotina em que passe menos tempo na internet e no whatsapp são situações que acontecem com frequência. E você que pagou por tantos anos o colégio do seu filho e investiu na sua educação, fica com medo que ele possa pegar uma recuperação em alguma matéria ou até mesmo repetir de ano. Você já teve que enfrentar isso?

undraw_taking_selfie_lbo7

Como o seu filho está na adolescência ele passa por uma fase em que seu córtex pré-frontal, parte do cérebro que toma decisões, ainda está em desenvolvimento. Como fazer com que seu filho tome boas decisões, se interesse pelos estudos e siga a tão sonhada jornada que você imaginou e que dá um bom futuro para ele?

Pois é justo no bendito celular, que ele passa tanto tempo, que pode estar a solução. Afinal pesquisas comprovam que quanto mais proibição existe sobre o celular, mais os  adolescentes querem mexer nele. Seria bem mais fácil se o interesse pelo estudo estivesse bem ali, mas será que existe um aplicativo que consegue manter a atenção do seu filho naquilo que vai ajudar ele a passar em uma boa universidade?

Existe um aplicativo, e ele se promove a tutoria online. A tutoria online é uma forma simples de fazer com que o seu filho aprenda mais rápido e de forma simples. Basta ele se cadastrar no app do TutorMundi, escolher qual matéria tem dúvida, postar a foto (ou digitar) da dúvida e chamar um tutor. Em questão de minutos, um tutor que estudou nas melhores universidades do Brasil, como ITA, IME, USP, UFSC, UFRJ, UFMG atende o seu filho e o ajuda a entender mais sobre a dúvida e a matéria em questão. No final da conversa é possível que o seu filho avalie como foi o atendimento do tutor.

Para quem é o TutorMundi:

  • Pais e Mães que se preocupam com o futuro dos filhos.
  • Pais e Mães que não têm tempo de estudar com os filhos. 
  • Filhos que se distraem nos estudos. 
  • Filhos que se esquecem do que estudam.

O aplicativo TutorMundi pode ajudar o seu filho de diversas maneiras como:

  • Tirar dúvidas de qualquer matéria, inclusive Redação, na HORA
  • Tirar dúvidas a qualquer hora do dia, e qualquer dia da semana
  • Não ter limite de perguntas
  • Não ter limite de tempo por pergunta
  • Ter o apoio de mais de 2000 tutores das melhores universidades do Brasil, como ITA, IME, USP, Unicamp, UFRJ
  • Ajudar o seu filho a criar um hábito de estudo
  • Acompanhar quantas dúvidas o seu filho tirou
  • Acompanhar quantas matérias o seu filho estudou
  • Acompanhar quantas horas o seu filho estudou

tutormundi sequence

Não perca a chance de se aproximar dos estudos do seu filho. Faça o teste do nosso app que já foi aprovado por mais de 40 mil alunos e garanta para ele um acompanhamento de qualidade todos os dias por apenas R$1,64/dia:

call to action tutor mundi

...

Como surgiu o TutorMundi? Co... Como surgiu o TutorMundi? Conheça a história do Carlos

• julho 3, 2019

Muitas vezes falamos sobre a história do Carlos nos nossos emails e comunicações do TutorMundi, e você deve se perguntar: quem é essa pessoa? De forma bem simples e resumida, ele foi a inspiração e motivação para que o fundador e CEO do TutorMundi, Raphael Coelho, pudesse criar a empresa e ajudar milhares de alunos por todo o Brasil.

 

tutoring vector

Veja abaixo o depoimento do Raphael sobre como o Carlos o ajudou nos seus estudos e inspirou a criação do TutorMundi:

“Quando eu estava no ensino médio, ir para uma universidade de alto nível e ter a vida que eu queria parecia um sonho distante. Então eu conheci o Carlos na minha classe. Ele sempre tirava as melhores notas. Sempre que Eu precisava de ajuda em química, física, redação – ou qualquer outro assunto – eu chamava o Carlos. 

Ele se tornou minha “primeira opção” quando eu precisava de ajuda. Entre os muitos momentos de descoberta que compartilhamos sobre questões acadêmicas, ele também se tornou meu amigo e torcedor. Ele dizia coisas como “Nós podemos fazer isso, nós mudaremos nossa condição atual”. Depois de cada interação com Carlos, eu me sentia aliviado e feliz.

Dois anos depois de conhecer Carlos, obtive o primeiro lugar entre mais de 30 mil pessoas na prova de matemática do vestibular da UFSC – Universidade Federal de Santa Catarina. Por causa disso, passei 10 Anos dando aulas de matemática e física aos estudantes do ensino médio. Trabalhei como desenvolvedor de software no Instituto Fraunhofer, o maior instituto de pesquisa e desenvolvimento da Europa e como engenheiro na Schlumberger, a maior empresa de serviços de petróleo do mundo. 

Após concluir meu MBA em INSEAD na França e Wharton nos EUA, minha missão agora é ajudar os estudantes a alcançar os seus objetivos dando-lhes o que fez a diferença para mim: um tutor como o Carlos.”

E você tem algum mentor ou tutor que mudou a sua vida e te inspirou nos estudos? Conta para gente nos comentários!

 

call to action tutor mundi

 

...

Como um tutor pode ajudar no... Como um tutor pode ajudar nos seus estudos? Veja essa história do Renascimento

• junho 19, 2019

Procrastinação, envolvimento com muitas tarefas, ausência de foco. Poderia estar falando da minha ou da sua rotina, na luta diária para conseguir estudar ou alcançar um objetivo. Mas adivinha só de quem estamos falando?

Leonardo Da Vinci. Isso mesmo, você não leu errado. Um dos maiores inventores da humanidade, e que também foi músico, pintor, escultor, dentre outras tantas profissões, também tinha seus desafios e não se tornou o gênio que hoje conhecemos da noite para o dia. Mas você deve estar se perguntando, como ele chegou até lá? Quais foram os seus diferenciais?

Assim como muitas outras pessoas que são reconhecidas e famosas atualmente, existiram vários elementos que ajudaram com que ele se tornasse um ícone da história da humanidade, mas poucas pessoas falam sobre uma relação que existia na vida dele, e que também existiu na vida de outros com sucesso: a presença de um tutor.

Muitas vezes quando lemos ou assistimos pessoas que alcançaram o sucesso, temos a visão de que ela era uma pessoa normal, teve uma ideia sensacional e sua vida mudou a partir disso. Só que a realidade é muito mais cheia de reviravoltas e superações do que imaginamos. Um desses exemplos é o próprio Leonardo. Antes de se tornar um grande artista, ele foi educado e ensinado pelo seu mestre Verrocchio, tendo começado em seu ateliê aos 14 anos de idade.

da vinci verrochio

Verrocchio a esquerda e Da Vinci a direita

Verrocchio, seu tutor, ensinou a trabalhar com diversos materiais, como o couro e o metal, e de começar a utilizar técnicas artísticas de desenho, pintura, escultura e modelagem, o que ajudou bastante Leonardo, afinal quanto mais se aprende na juventude, interioriza-se mais o entendimento dos conceitos aprendidos. Na oficina de Verrocchio, Leonardo teve o aprendizado que levaria para todo vida. Aprendeu as técnicas da fundição e seus segredos; a partir de modelos nus aprendeu a preparar quadros e esculturas; aprendeu a desenhar animais e plantas, assim como teve uma base sólida no aprendizado na perspectiva e no uso das cores.

Giorgio Vasari, um dos maiores pintores e historiadores do Renascimento e da mesma época de Leonardo, diz que Verrocchio acabou aborrecido com a arte de pintar, ao porque se sentiu ultrapassado pelo próprio apendiz.

Veja abaixo uma das obras criadas em conjunto pelo mestre Verrocchio e o seu aprendiz Leonardo Da Vinci, que se chama “O Batismo de Cristo”:

o batismo de cristo

Após se desenvolver no ateliê de Verrocchio, Leonardo, já com 20 anos, se associou a Guilda de São Lucas, uma espécie de corporação de artistas e doutores em medicina, na qual todos os membros da associação se ajudavam em situações de maior dificuldade. Ou seja, passou a ter o apoio de vários outros pintores do círculo intelectual de artistas de Florença na Itália. Só depois de todas essas experiências que Da Vinci alcançou a fama em toda a Itália e produziu seus trabalhos mais famosos como a Gioconda, Monalisa, dentre outros.

Em resumo, não podemos negar que Leonardo Da Vinci nasceu com um talento para as artes, mas o contato com um mestre tutor, que o ajudou a desenvolver suas principais técnicas artísticas foi fundamental para que ele tivesse um bom estudo e se tornasse a estrela da história mundial. E você, já teve contato com algum tutor que te inspirou em sua vida? Conta para a nossa equipe nos comentários 😉

Se ainda não teve essa experiência, faça o teste grátis do aplicativo do TutorMundi e entre na revolução da educação!

call to action tutor mundi

 

...

Redação: 5 dicas indispensáv... Redação: 5 dicas indispensáveis para mandar bem na sua

• abril 25, 2019

Hoje convidamos nossa tutora Lara Gonçalves Mesquita, que cursa Medicina na UFRJ, para dar dicas para você de como mandar bem na redação 😉 Vamos lá?

1º)Utilizar áreas de conhecimento

Áreas de conhecimento são essências de um texto e ajudam a enriquecê-lo. Elas podem assumir diversas formas: podem ser um fato histórico; um livro conceituado; um conhecimento de alguma outra matéria como Sociologia, Filosofia, História, Geografia, Biologia; uma citação de algum personagem reconhecido historicamente; um dado estatístico relacionado ao tema.

2º)Ter um vocabulário rico

É sempre importante evitar repetição de termos, palavras ou expressões. Para isso, o aluno tem que ter à mão um vocabulário diverso, em que consiga expressar com diferentes palavras a tese de seu texto, objetivando defender seu ponto de vista. Caso contrário, o texto se torna repetitivo e, por muitas vezes, cansativo.

3º)Estar ligado nas notícias do Brasil e do Mundo

Na maioria das vezes, os temas trazidos pelas redações de vestibulares contêm em seu cerne uma questão atual que vem sendo discutida. Por isso, o aluno deve tentar ao máximo se informar do que vem acontecendo no planeta e as polêmicas que estão em voga, para que possa conhecer todos os lados de uma mesma discussão, e dispôr dos melhores argumentos quando for construir seu texto.


4º)Utilizar uma linguagem formal

Não é necessário escrever um texto “erudito” na hora da redação nem usar palavras “difíceis”. Todavia, é preciso evitar gírias, variações regionais, expressões populares, coloquialismos, palavras abreviadas e despreocupação com as normas gramaticais. Para isso, é recomendável ler e se espelhar em redações anteriores que receberam boas notas no exame a que se quer prestar.

5º)Organização das ideias

Por último, mas não menos importante, a palavra-chave é planejamento. Isto é, antes de sequer começar a escrever as primeiras linhas de seu texto é essencial que o aluno reflita sobre as ideias que quer transmitir e como irá encadear seu raciocínio. Com isso, é imprescindível que se separe alguns minutos para pensar e pôr no papel alguns itens como: qual será a tese defendida, que argumentos a sustentarão, qual será a proposta pro problema trazido e as áreas de conhecimento que irá encaixar para enriquecer o texto.

E aí gostou das dicas da Lara? Clique abaixo 👇🏽 para criar sua conta e tirar suas dúvidas hoje mesmo sobre qualquer matéria, inclusive Redação.

call to action tutor mundi

...

13 Benefícios que a Tutoria ... 13 Benefícios que a Tutoria traz para os seus estudos

• abril 17, 2019

QUAIS SÃO OS BENEFÍCIOS DA TUTORIA NOS SEUS ESTUDOS?

A tutoria pode ajudar você a desenvolver habilidades de estudo e aprendizado que te ajudarão na preparação para o sucesso durante toda a sua vida. Existem muitas vantagens em ter um serviço de tutoria. Veja os 13 principais benefícios de ter uma tutoria nos seus estudos que separamos para você 🤓:

1) Experiência de aprendizagem individual e única

Você terá uma experiência de aprendizado individualizada que nem sempre conseguirá em um ambiente de sala de aula. Os tutores podem personalizar as lições e atividades apenas para você.

2) Atenção um-a-um

Os tutores conhecem o seu estilo de aprendizagem individual e podem adaptar os métodos de ensino de acordo com a sua forma de aprender. Eles agem como o seu professor particular.

3) Melhora o desempenho acadêmico

A tutoria te prepara para testes e exames, enquanto os tutores trabalham com o seu filho em áreas problemáticas específicas. As suas notas e a compreensão do assunto melhorarão significativamente ao trabalhar com um professor particular.

4) Melhora a atitude em relação à aprendizagem ao colégio/cursinho

Aprender vai se tornar divertido para você. Com encorajamento e elogios frequentes, você já não se sentirá sobrecarregado ou frustrado com o colégio ou cursinho.

5) Melhora a auto-estima e confiança

A sua auto-estima e confiança aumentarão com a tutoria, dando os recursos e habilidades necessárias para que você se destaque no colégio ou cursinho.

6) Melhora os hábitos de trabalho e estudo

Através da tutoria, seu filho aprenderá os hábitos de trabalho e estudo que ele ou ela usará para a vida toda. Essas habilidades ajudarão a preparar seu filho para alcançar com sucesso os objetivos dele ou dela dentro e fora da escola.

7) Espaço de aprendizado positivo

A tutoria te oferece um ambiente livre de distrações, com menos alunos e interrupções para que você seja mais capaz de se concentrar no aprendizado.

8) Incentiva a independência e responsabilidade

Você ganhará a capacidade de fazer o trabalho da escola sozinho, sem a ajuda de outras pessoas. Você perceberá seu crescimento pessoal e aprenderá a assumir responsabilidades por seus estudos.

9) Ajuda a superar obstáculos de aprendizagem

O seu tutor vai entender especificamente qual aspecto do seu aprendizado que você esteja tendo dificuldades, seja escrever, matemática, linguagem, leitura, etc.

10) Incentiva a liberdade de fazer perguntas

Na colégio ou cursinho, nem sempre você se sente à vontade para fazer perguntas na frente dos seus colegas. A tutoria te ajudará a ficar à vontade para fazer perguntas, grandes ou pequenas, sem se sentir constrangido.

11) Melhora das habilidades sociais e comportamentais

Os serviços de tutoria ajudarão você a se tornar um melhor comunicador, formar melhores relacionamentos com seus colegas e fazer ajustes sociais e comportamentais mais positivos.

12) Desafia quem precisa

A tutoria ajuda você que se entedia fácil ou tem poucos estímulos para estudar, a atingir todo o seu potencial.

13) Prepara você para a faculdade

Você que é estudante e está indo para a faculdade, aprenderá como criar planos de estudo, desenvolver habilidades avançadas de estudo e aprender habilidades superiores de gerenciamento de tempo. Existem inúmeros benefícios de tutoria na faculdade, incluindo o reforço do conhecimento existente e ganhando uma melhor compreensão de um campo de estudo que você tenha interesse.

call to action tutor mundi

...

Como criar uma tese para red... Como criar uma tese para redação?

• abril 8, 2019

aluno:

Como criar tese para redação?

tutor:

Olá, Bruna. Tudo bem? Para criar a sua tese, uma boa dica é ler os textos de apoio e, a partir deles, buscar relacionar e formar a sua opinião.

A tese é fundamental na sua introdução, pois ela vai mostrar qual a sua opinião sobre o tema, e te direcionar ao longo do texto.

aluno:

Olá!! Tudo bem sim! Mas oque é bem a tese ?

tutor:

Tese é uma frase, ou um trecho de parágrafo que vai definir qual sua opinião sobre o tema da redação

aluno:

Exemplo vou falar do assunto e se eu não concorda posso falar que é um equívoco

?

tutor:

A palavra equívoco talvez seja um pouco exagerado caso o tema seja de opiniões divergentes, eu não usaria, mas se a sua argumentação que vier na sequência for contundente, você pode usar.

Por exemplo

Se o tema for aborto, no qual as opiniões são bem divergentes, não acho que seja legal usar: a legalização só aborto no Brasil é um equívoco

Ou o contrário

A não legalização do aborto no Brasil é um equívoco

É melhor você dar sua opinião, mas sem contrastar tanto assim o tema

Algo como, a legalização do aborto no Brasil deve ser tratada com cuidado, visto que as clínicas clandestinas no Brasil são um atentado à saúde da mulher

Aqui seria uma introdução da sua tese, caso você seja a favor

Resumindo: se o tema for muito controverso, busque usar palavras menos impactantes, mas não se esqueça de deixar clara a sua opinião

Mas também pode ser que o tema seja mais leve, e você possa usar sem problemas

Tem algum exemplo mais específico pra eu poder te ajudar com a tese?

aluno:

O tema e” família do século XXI “

tutor:

Legal! E como você pretende começar?

aluno:

” o código Civil 1916 consagrou o casamento como a única forma de construção de família, razão pela qual tinha a chamada família matrimonial de perfil, patriarcal, hierárquizado, patrimónializada e heterossexual, mas hoje em dia generalizar esse perfil de construção familiar é um equívoco.”

Oque voce acha ?

tutor:

Eu ia te dar uma Dica, mas você já usou ela

Que seria de falar do passado, como era, e como é hoje

Bom, o começo tá ótimo

No final, posso sugerir (…) no entanto, a construção familiar do século XXI tem lutado por seus direitos, e a quebra de paradigmas dos padrões impostos pela sociedade tradicional mostram que, cada vez mais, a família do século XXI deve ter seus direitos e liberdade social

Você introduziu bem, falando do código civil

E no segundo momento, colocou sua tese

De que a sociedade tá mudando e a família do século XXI deve ter sua liberdade assegurada

Ao longo do texto você pode citar um filósofo, ou até algum pensador moderno

Você conhece Bauman? Ele tem um livro chamado modernidade líquida

Mas ele também trata de outros assuntos sobre a sociedade inclusive a família

É uma ideia…

E no final, na sua conclusão, você vai ter que dar uma proposta de solução

aluno:

Não conheço, mas vou pesquisar sobre !!

tutor:

Aí você pode citar a conscientização da população

Comparar com outros países que já estão mais avançados na questão de liberdade social e da família

Pode citar o governo que precisa se atualizar e melhor o código civil

E com isso você fecha seu texto, fazendo um link com o que você colocou na introdução

Que é o ideal na dissertação

Pesquisa sobre o Bauman sim, ele tem muita ideia bacana, e que encaixa na maioria das redações

Deu pra te ajudar um pouco? rs

aluno:

Demais!!

Muito obrigada! !

Ótima tarde !!

tutor:

Que ótimo

Não precisa de mais nada por enquanto?

aluno:

Por enquanto não !!

tutor:

Muito bem!

Ótima tarde, e bons estudos!

aluno:

Obrigada!

call to action tutor mundi

...

O átomo é divisível? O átomo é divisível?

• setembro 19, 2017

Aluno:

Átomos são divisíveis?

Tutor:

Em suma não

Tutor:

Mas existem as partículas que compõe os átomos como nêutrons, prótons e elétrons

Aluno:

No vestibular eles consideram que eles são indivisíveis ou divisíveis?

Tutor:

Dependendo do teor da pergunta

Aluno:

Pode exemplificar?

Tutor:

Se falarem em partículas subatômicas ou da química envolvida, por exemplo, na radioatividade e reações nucleares (fusão e fissão nuclear) considera-se como divisíveis

Tutor:

Fora isso considera-se indivisíveis

Tutor:

É bem restrita as situações em que são considerados divisíveis

Aluno:

Obg, Luiz!

call to action tutor mundi

...

Advérbio e predicado Advérbio e predicado

• setembro 12, 2017

Pergunta enviada: Como identificar um advérbio e um predicado?

Tutor:

Um predicado é o que se fala numa oração sobre o sujeito. Ou seja, para identificar, o primeiro passo é identificar o sujeito da oração, depois tudo o que está além dele é o predicado.

Aluno:

Então um adjetivo é um predicado?

Aluno:

Rafael é bonito.

Aluno:

Sujeito: Rafael

Aluno:

Adjetivo: bonito

Aluno:

Predicado: é bonito

Tutor:

Exatamente! Já um advérbio é uma palavra que não sofre nenhuma variação, e que melhora ou amplia o significado do verbo ou adjetivo. No exemplo em que você citou, se eu dissesse o Rafael é muito bonito, o muito seria um advérbio, pois intensifica o adjetivo bonito.

Aluno:

Obrigada Rafael!

Aluno:

Tenha um bom dia!

call to action tutor mundi

...

Grandezas Proporcionais Grandezas Proporcionais

• agosto 18, 2017

Pergunta enviada: Como montar?

questão

Tutor:

Olá Victor!

Estudante:

E aí

Estudante:

Eu coloquei incógnitas

Estudante:

X, Y e Z

Tutor:

Sim

Estudante:

Tipo aquela

Estudante:

X + Y + Z = 180

Tutor:

Correto

Estudante:

x = 80

Estudante:

y = 60

Estudante:

E tô fazendo o Z

Tutor:

Exatamente isso Victor!

Estudante:

z = 4

Estudante:

40*

Tutor:

Exatamente

Tutor:

Vc pode perceber que a proporção se aplica para segmentos isolados também

Tutor:

Assim se o primeiro é o dobro o outro será também

Estudante:

Não entendi

Tutor:

Assim

Tutor:

O primeiro que tu calculou, não deu 80 ?

Estudante:

Deu

Tutor:

80 é o dobro de 40 (no outro segmento)

Tutor:

Assim como o segundo que tu cálculou deu 60

Estudante:

Ahh, verdade

Tutor:

60 é o dobro de 30 (no outro segmento)

Tutor:

Logo

Estudante:

Tem como perceber isso pelo enunciado?

Tutor:

O terceiro teria que dar 40 (que é o dobro de 20)

Tutor:

Tem como tu perceber assim que calcular o primeiro valor

Tutor:

Foi isso que eu quis dizer com “preserva a proporção entre os segmentos isolados”

Tutor:

Mas você está fazendo do modo correto.

Estudante:

Valeu, Pedro

Estudante:

Tenho outra dúvida

vicc

Tutor:

Tu conhece o teorema de Pitágoras??

Estudante:

Eu tentei fazer a ^ 2 = b ^2 + c ^2

Estudante:

Conheço

Estudante:

Mas ficou estranho

Estudante:

Não lembro direito

Estudante:

Acho que ficou dois x^2

Estudante:

Isso mesmo

Estudante:

(x+1) ^2 = 5^2 + x^2

Estudante:

x^2 + 1 = 25 + x^2

Estudante:

x^2 – x^2 = 25 – 1

Estudante:

x^2 – x^2 = 24

Estudante:

Tá errado?

Tutor:

Tá errado em um ponto

Estudante:

Onde?

Tutor:

Assim

Tutor:

(X+1)^2 = x^2 + 2•x + 1

Tutor:

É isso

Estudante:

Posso fazer (x+1) . (x+1) ?

Tutor:

Sim

Tutor:

Exatamente

Tutor:

Vc chega no mesmo resultado

Tutor:

Tem que multiplicar cada um

Tutor:

Aí fica

Estudante:

x^2 + 1x + 1x + 1?

Tutor:

(x+1) . (x+1) = x^2 + x + x + 1 = x^2 + 2•x + 1

Tutor:

Exatamente

Estudante:

Deu errado de novo

Estudante:

(x+1) ^2 = 5^2 + x^2

Estudante:

(x+1) . (x+1) = 25 + x^2

Tutor:

Sim

Estudante:

x^2 + 1x + 1x + 1 = 25 + x^2

Estudante:

x^2 + 2x + 1 = 25 + x^2

Estudante:

x^2 + 2x – x^2 = 24

Tutor:

Sim

Estudante:

Tá certo?

Tutor:

Sim

Tutor:

É só continuar desenvolvendo

Estudante:

Não sei como fazer agora

Estudante:

Já que tem dois x^2

Tutor:

Quanto é x^2 – x^2 ??

Tutor:

Você sabe

Estudante:

0?

Tutor:

Exatamente

Tutor:

Isso

Tutor:

Acertou

Estudante:

Cancelou, né

Tutor:

Sim

Estudante:

x= 12

Tutor:

Correto

Estudante:

Valeu, vou continuar aqui

Estudante:

Valeu, Pedro

Estudante:

No começo no ano eu não sabia nem fazer subtração direito

Tutor:

Bons estudos

Tutor:

Qualquer coisa estou aqui

Estudante:

Ok!

Estudante:

Pra gravar as fórmulas é fazendo exercício, né?

Estudante:

Tem um monte

Tutor:

É

Tutor:

O melhor jeito é esse mesmo

Tutor:

Mas se você quiser você pode me passar os assuntos que você está estudando e eu mando uma listinha com as principais fórmulas (as que eu achar mais importantes)

Tutor:

E se quiser também mando uns exercícios mais difíceis um pouco

Estudante:

Beleza, vou separar os assuntos daqui a pouco

Tutor:

E depois resolvo com você

Estudante:

Vou querer

Estudante:

Muito obrigado, Pedro

Tutor:

Legal

Estudante:

Isso tá me ajudando muito

Tutor:

Você é muito esforçado também

Tutor:

Isso ajuda bastante

Estudante:

Valeu

Tutor:

Estou aqui para ajudar você ainda mais

Estudante:

x^2 + x^2 = 2x^2 ?

Tutor:

Sim

Estudante:

vi

Estudante:

Nessa aqui deu bhaskara

Estudante:

Raiz de 6720

Estudante:

Tem um jeito mais rápido de fazer?

Estudante:

A radiciação

Tutor:

Normalmente vc tem que ter uma idéia inicial do valor

Tutor:

Tem umas dicas que eu posso te dar

Tutor:

Por exemplo

Tutor:

Números que terminam em 5 eles só podem ser raiz quadrada de outro número terminado em cinco

Tutor:

Perceba

Tutor:

5^2 =25

Tutor:

25^2=625

Estudante:

Mas isso só serve para o cinco, né?

Tutor:

Sim

Tutor:

Tem alguns casos

Tutor:

Mas não tem uma regra geral não

Estudante:

Beleza

Estudante:

Eu acho que errei essa questão

Estudante:

Fiz 29 ^2 = (x+1) ^2 + x^2

Tutor:

A dica que eu dou pra você é tentar fatorar o número

Estudante:

841 = x^2 + 1x + 1x + 1 + x^2

Estudante:

Eu esqueci os critérios de divisibilidade, vou ter que rever

Tutor:

Vc já viu fatoração em números primos??

Estudante:

Tutor:

Eu posso te dar umas dicas

Estudante:

Quais?

Tutor:

Uma tabelinha de algumas regras de divisibilidade

Estudante:

Eu lembro algumas

Tutor:

Pra vc saber se um número é divisível por 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9, 10

Tutor:

11 também da pra saber

Estudante:

Não precisa, eu só preciso revisar essa parte, estudei no início

Tutor:

Mas as principais eu acho que são os dos números primos menores

Tutor:

Certo

Tutor:

Continua aquela questão que tu falou

Estudante:

Mas eu posso fatorar uma radiciação?

Estudante:

Fiz assim:

Estudante:

29 ^2 = (x+1) ^2 + x^2

Tutor:

Fatores facilita ver os quadrados nos produtos

Estudante:

841 = (x+1) . (x+1) + x^2

Tutor:

Vou te mandar um exemplo depois

Estudante:

841 = x^2 + 1x + 1x + 1 + x^2

Estudante:

Beleza

Tutor:

Tá certo até aí

Estudante:

841 = x^2 + 2x + 1 + x^2

Estudante:

840 = x^2 + 2x + x^2

Estudante:

840 = 2x^2 + 2x

Estudante:

2x^2 + 2x – 840 = 0

Estudante:

Delta = b^2 – 4 . a . c

Estudante:

2^2 – 4 . 2 . (-840_

Estudante:

Delta = 4 + 6720

Estudante:

Delta = raiz de 6720

Estudante:

6724*

Estudante:

Tem como separar a raiz em duas, né?

Tutor:

Entendo

Estudante:

Tá certo?

Tutor:

Tá certo sim

Tutor:

Só deu um número grande

Tutor:

Aí que é legal usar a fator ação como eu te disse

Tutor:

Começa dividindo o número por 2

Tutor:

Até não dar mais pra dividir

Estudante:

Beleza

Estudante:

Vou fazer aqui

Tutor:

Depois por 3 (se der)

Tutor:

Depois por 5 (se der)

Estudante:

Por 3 é se a soma de todos os números forem divisíveis por 3, né?

Tutor:

E assim por diante com os primos

Estudante:

5 são os que terminam em 0 e 5?

Tutor:

Sim

Estudante:

Beleza

Estudante:

Mesmo com vários exercícios eu esqueço

Estudante:

Tem alguma dica?

Tutor:

A maior dica é fazer muita questão mesmo

Estudante:

E as questões contextualizadas no modelo Enem?

Estudante:

Minha maior dificuldade é interpretar

Tutor:

Pq aí diminui a chance de esquecer alguma regra

Estudante:

Interpretar as questões de matemática

Estudante:

Beleza

Tutor:

É exatamente isso

Tutor:

Interpretar é meio chato mesmo

Tutor:

Mas vc fazendo um monte de questão faz vc começar a entender a maioria das interpretações

Estudante:

Beleza

Estudante:

Enem é complexo

Tutor:

É mesmo

Tutor:

Mas nada que vc não consiga superar

Tutor:

Tenho certeza

Tutor:

No ano que eu fiz a prova do ENEM eu tirei 900 na prova de Matemática

Estudante:

Eitaa

Estudante:

Meu sonho

Tutor:

Sei que vc pode conseguir também

Estudante:

Queria qual curso?

Tutor:

Engenharia mesmo

Estudante:

Eu não fiz Engenharia da Computação por causa de cálculo

Tutor:

Mas o IME não usa a nota do enem

Estudante:

Imagino que seja bem mais difícil que o Enem

Tutor:

É difícil sem

Estudante:

Eu fiz uma conta aqui de divisão e deu meio errado, vou fazer no paint, calma ae

Tutor:

Mas Cálculo vc consegue aprender

Tutor:

Basta de dedicar

Estudante:

Mas além do cálculo tem coisa mais difícil

Tutor:

Sim

Tutor:

E cada coisa mais difícil que vai chegando vc vai tendo oportunidade de aprender mais coisa ainda

Tutor:

Conseguiu fatorar aquele número grande???

Estudante:

Ainda não, travei em uma divisão, calma ae que vou organizar e mandar foto

Tutor:

Certo

Tutor:

Se precisar eu te mando aq também

Tutor:

Mas tenho certeza que vc consegue

Tutor:

É só falar qualquer coisa

Estudante:

Vou te mandar uma foto

Estudante:

Do meu erro

conta

Tutor:

Estou aq

Estudante:

Fiz na calculadora aqui

Estudante:

Deu 1681, acho que descobri onde errei

Tutor:

Sim

Tutor:

Vc entendeu mesmo

Tutor:

Eu posso te explicar

Estudante:

É isso mesmo, confundi um valor

Estudante:

Calma aí, deixa eu terminar a fatoração

Tutor:

Certo

Tutor:

Erros de conta acontecem as vezes

Tutor:

O importante é manter a calma e fazer com atenção

Estudante:

Só que fatoração demora muito tempo

Estudante:

No meu caso

Tutor:

Acontece

Tutor:

Mas com o tempo você vai vendo que fica mais fácil

Tutor:

Vc começa a lembrar das contas que vc já fez

Estudante:

Beleza

Estudante:

Já vejo isso às vezes

Estudante:

Ah não, acabei de fazer 1681 / 3 porque fiz 16/3 = 4 errado

Tutor:

É

Tutor:

Acontece

Tutor:

Mas com cada erro vc vai tendo experiência pra não errar mais

Tutor:

Agora vc já vai lembrar desse também

Tutor:

O importante é continuar fazendo

Estudante:

Valeu

Estudante:

Tem como fazer essa fatoração?

Estudante:

Eu fiz até 3362 / 2

Tutor:

Sim

Tutor:

Vou fazer e te mando

Estudante:

Beleza

Tutor:

Certo

Tutor:

Já tô mandando a fatoração

Estudante:

Beleza

respostas.jpg

Tutor:

Era meio chato mesmo pq aparecia 41^2

Estudante:

Eitaaa

Estudante:

Número gigante

Tutor:

41 é um número primo um pouco grande já

Tutor:

É mesmo

Tutor:

Mas vc pode usar a dica que eu te disse

Tutor:

Pra encontrar o fator de 1681

Estudante:

Qual?

Tutor:

1681 termina em 1

Tutor:

Então o fator dele tem que terminar em 1 ou em 9

Estudante:

Tipo, nesse caso eu acho mais fácil pensar que 6400 = 80, aí ficar tentando números próximos

Tutor:

Exato

Tutor:

Muito bom

Tutor:

Por terminar em 4 teria que ser um número que termina em 2 ou em 8

Tutor:

Aí o primeiro que vc tentava depois de 80 era ele 82

Tutor:

Muito bom

Tutor:

Passou várias etapas

Tutor:

Legal o seu pensamento

Estudante:

Agora vou continuar

Estudante:

Valeu

Tutor:

Pode continuar

Tutor:

E eu estou aqui

Estudante:

x’: 29

Estudante:

x’: 20*

Estudante:

x”: -21

Tutor:

Sim, mas só uma resposta serve para o problema

Estudante:

No gabarito fala 20, mas pq não pode ser um número negativo?

Tutor:

Pq representa o lado do triângulo

Estudante:

E o lado nunca pode ser negativo?

Tutor:

Então não existe triângulo com lado “negativo”

Estudante:

Ahhh

Estudante:

Beleza

Tutor:

É nunca pode ser negativo

Estudante:

ok

Estudante:

No próximo exercício

Estudante:

Tem dois triângulos com ângulo reto

Tutor:

Certo

Estudante:

Eu teria que fazer pitágoras nos dois e depois somar?

pitagoras

Tutor:

Boa questão essa

Estudante:

Pior que tá confuso

Tutor:

Vc tem alguma ideia??

Estudante:

x^2 = 6^2 + ?

Tutor:

A melhor idéia é dividir o problema em duas partes

Estudante:

Mas aí faltaria um cato de um

Tutor:

A ideia que vc teve foi boa

Estudante:

E a hipotenusa de outro

Tutor:

Exato

Tutor:

Só que vc tem o valor da hipotenusa pelos catetos do outro triângulo

Tutor:

Entende?

Estudante:

Do outro?

Tutor:

Sim

Estudante:

Calma aí, vou tentar fazer aqui

Tutor:

O outro triângulo retângulo

Tutor:

Tudo bem

Tutor:

Vc está com a ideia certa

Tutor:

A ideia é essa que vc falou

Tutor:

Vão ser duas equações e duas incógnitas

Estudante:

Eu fiz no segundo triângulo retângulo

Estudante:

x^2 = 8^2 + 4^2

Estudante:

x^2 = 64 + 16

Estudante:

x^2 = 80

Estudante:

x = raiz de 80

Tutor:

Sim

Tutor:

Está certo

Estudante:

Aí não dá

Estudante:

Acabou?

Estudante:

Essa conta

Tutor:

Só que nesse cálculo vc calculou hipotenusa do triângulo né

Estudante:

Foi

Tutor:

Ainda falta a segunda parte

Tutor:

A hipotenusa que vc calculou é o cateto do triângulo que tem o lado x

Estudante:

Mas falta um cateto no primeiro triângulo

Estudante:

Ahhh

Estudante:

Então falta descobrir a outra hipotenusa?

Tutor:

Exato

Estudante:

Como você chegou nessa interpetação?

Tutor:

Foi a ideia que eu te disse

Tutor:

Eu vi que ia ter duas incógnitas (dois lados que eu não sei o valor)

Tutor:

Um deles ele quer que é o x

Estudante:

Ficou assim:

Estudante:

x^2 = 36 + (raiz de 80) ^2

Estudante:

Eu corto raiz quadra por ^2?

Tutor:

Sim

Estudante:

Você poderia explicar essa parte aqui?

Estudante:

“por terminar em teria que ser um número terminando em 2 ou 8”

Tutor:

Conseguiu chegar na resposta??

Estudante:

Ainda não, calma aí

Estudante:

Fazendo a raíz

Tutor:

Certo

Estudante:

Raiz de 116

Tutor:

Tudo bem

Estudante:

Não dá

Tutor:

Exatamente

Tutor:

É raiz (116) mesmo

Tutor:

Pode ser que esteja simplificado

Estudante:

Tá 2 riaz de 29

Tutor:

Vc pode tirar alguns fatores do radical

Tutor:

Exatamente

Estudante:

Como eu poderia simplificar?

Tutor:

116 = 4 × 29

Estudante:

Mas no caso está 2 raiz de 29

Estudante:

Ah

Estudante:

Tem a raiz

Estudante:

Calma, confundi tudo

Estudante:

Vou almoçar, já volto

Estudante:

Provavelmente vai fechar, mas depois te chamo

Tutor:

Certo

Tutor:

Mas vc entendeu oq é a simplificação??

Tutor:

Vc pode tirar alguns fatores de dentro da raiz se esse fator for quadrado perfeito

Tutor:

É mais ou menos isso

Estudante:

Não entendi a simplificação

Tutor:

Se vc tem uma multiplicação dentro de um radical e um desses termos da multiplicação é um quadrado perfeito vc pode “tirar” ele de dentro do radical aplicando a raiz

Estudante:

Igual nesse vídeo?

Estudante:

https://www.youtube.com/watch?v=vSEVO1AwOZI

resposta.jpg

Tutor:

Assim

Tutor:

É

Tutor:

No vídeo não sobra nada dentro da raiz

Tutor:

No caso do problema sobra o 29 dentro da raiz

Estudante:

Eu acho esse 4 e 29 fatorando ou tenho que ir tentando?

Tutor:

É fatorando mesmo

Estudante:

Vou tentar aqui

Tutor:

Fatorando já aparece direto os fatores aí é só tirar os que são quadrado perfeito e deixar dentro os que não são

Estudante:

Calma aí

Tutor:

Essa é a simplificação mais utilizada de radicais

Tutor:

Certo

Tutor:

Pode tentar com calma

Estudante:

29 é ímpar

Estudante:

Não é divisível por 2 nem por 3

Estudante:

Nem por 5

Estudante:

Como vejo se é divisível por 7?

Estudante:

29 / 7 = 4

Tutor:

7 é mais complicado

Estudante:

Errei

Tutor:

28/7=4

Estudante:

Tem como me mostrar uma fatoração do número 116?

Tutor:

Eu mandei na foto

Estudante:

Quadrado perfeito é se ele for elevado a 2?

Tutor:

116 = 2×2×29 = 4×29

Estudante:

Ahhh

Estudante:

Entendi

Estudante:

Entendi agora

Estudante:

Valeu

Tutor:

Entendeu mesmo né??

Estudante:

Entendi

Tutor:

Vc vai fazer outras questões parecidas com essa

Tutor:

E vai ajudar a ficar na cabeça

Tutor:

Se quiser eu passo algumas questões pra vc também

Estudante:

Beleza

Estudante:

Vou terminar de fazer essa lista

Estudante:

lista

Estudante:

Não tá apontando pra hipotenusa

Estudante:

Essa questão tá certa?

Tutor:

Sim

Tutor:

Tem uma relação do triângulo retângulo que o valor de x sai em uma fórmula

Estudante:

Como?

Tutor:

Vou te mostrar

Estudante:

Ok

Tutor:

To escrevendo aq e te mando

Tutor:

Pode ir tentando também se quiser

Tutor:

Pra ir desenvolvendo interpretação dos problemas

Estudante:

Beleza

Estudante:

Vou fazer isso

Tutor:

Fiz aq

Tutor:

Quer que eu te mande??

Estudante:

Quero, não tô conseguindo

pitágoras

Tutor:

Esse é o caso geral

Tutor:

Pra qualquer valor de a e de b

Estudante:

Essa é um pouco mais complicada,

Tutor:

É

Tutor:

Mas quando vc conhece essa fórmula que eu te mostrei agora é rapidinho

Tutor:

É só usar 3 Pitágoras

Tutor:

Temos 3 triângulos retângulo

Estudante:

Mas o triângulo que você fez é diferente do enunciado

Estudante:

Não são dois?

Estudante:

Tô um pouco confuso

Estudante:

Calma aí

Tutor:

Não

Tutor:

Se tu fizer a = 4 e b = 9 tu vai ter o triângulo do enunciado

Estudante:

Eu vou tentar fazer essa questão aí com o que me mandou

Estudante:

Vai ficar online até que horas?

Estudante:

Vou descansar um pouco

Tutor:

Certo

Tutor:

Eu vou ficar até de noite

Estudante:

Beleza

Estudante:

Muito obrigado, Pedro

Estudante:

Mais tarde te chamo aqui

Tutor:

Descansa mesmo

Estudante:

Valeu

Tutor:

Vc se dedicou bastante até agora

Estudante:

Valeu cara

Tutor:

É só continuar

Tutor:

E vc vai ver

Estudante:

Obrigado pela paciência

Tutor:

Com o tempo vai ficando mais fácil

Tutor:

Por nada

Tutor:

É fácil ter paciência quando se vê determinação e interesse no aluno

Tutor:

Até mais

Tutor:

Qualquer coisa manda mensagem que eu vou estar por aq

Estudante:

Muito obrigado mesmo

Estudante:

Valeu

...

Anatomia vegetal Anatomia vegetal

• agosto 8, 2017

32551867_s

Pergunta enviada: Qual tecido do caule fornece a madeira?

Tutor: Bom dia Matheus? Tudo certo?

Tutor: O tecido do caule que fornece a madeira é denominado lenho.

Aluno: Certo, ele é formado pelo cerne?

Tutor: O lenho é dividido em 2 partes principais: o cerne, que é a parte mais escurecida e que, por ser composta de células mortas, atribui-lhe resistência; e também o alburno, que é uma parte mais clara, formada por células vivas e que transporta a seiva bruta das raízes para as folhas.

Aluno: Entendi, agora faz sentido o motivo da questão ter colocado os dois.

Tutor: Este link aqui ilustra bem, caso você queira ter uma noção mais “visual”:

https://djalmasantos.files.wordpress.com/2010/09/01.jpg

Aluno: Outra dúvida que tenho é sobre a função do câmbio

Tutor: Certo! Vamos lá: o câmbio muitas vezes parece ser uma estrutura meio abstrata, mas é relativamente simples de entender a sua função! O câmbio é um tecido meristemático (podemos falar melhor sobre isso depois, caso queira) e a sua função é produzir/dar origem aos tecidos vasculares secundários (como por exemplo o xilema e o floema).

Aluno: Entendi, no caso o meristema seria um tecido de revestimento e, em alguns casos, de reserva de substâncias (como amido e água) certo?

Tutor: Cuidado para não generalizar! Nem todos os tecidos de revestimento e de reserva de substâncias são meristemáticos (zonas de tecidos em que pode ocorrer crescimento). Quanto à reserva de substâncias, estamos nos referindo ao que chamamos de parênquima. O parênquima é o tecido mais abundante no corpo da planta e pode ser encontrado em todos os órgãos vegetais adultos. O parênquima é um tecido meristemático, originado a partir do meristema fundamental. Adentrando aos tipos de parênquima, temos os de preenchimentos, os clorofilianos, os de reserva (que armazenam amido, que você citou), os aquíferos (que armazenam água), entre outros.

Aluno: Nossa, obrigado pela explicação Matheus, irei colar na parede essa diferença kkk

Tutor: Quanto aos tecidos de revestimento, que em sua maioria também são originados de tecidos meristemáticos, temos por exemplo a epiderme e o súber (ou cortiça). Fique atento às suas diferenças! A epiderme é formada por CÉLULAS VIVAS, ACHATADAS E JUSTAPOSTAS. Já o súber é formado por CÉLULAS MORTAS E INFLADAS!

Tutor: Apesar de serem diferentes quanto às características, ambos possuem funções de revestimento!

Tutor: Ficou claro, ou há algum ponto em que as informações ficaram confusas?

Aluno: Ficou bem claro

Aluno: Eu estava confundindo bastante isso na hora de fazer as questões

Aluno: Só mais uma dúvida, a batata inglesa é um tipo de caule e a doce é uma raiz, certo?

Tutor: Sim! As funções de cada estrutura não são tão complicadas assim, o problema mesmo é não confundir os nomes e a localização de cada um!

Tutor: Sim! A batata inglesa é um caule subterrâneo e a batata doce é uma raiz do tipo axial

Aluno: Certo

Aluno: Muito obrigado Matheus

Aluno: Foram sensacionais as tuas explicações

Tutor: Bacana! Que bom que gostou e, sobretudo, conseguiu entender! 🙂

 

 

 

 

...